Mostra

MOSTRA “OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO FLUMINENSE”

Inscrições abertas até o dia 04 de janeiro de 2019!


IMPORTANTE

Em 2018, excepcionalmente, a Mostra de Filmes Memória em Movimento não será realizada.   MAS A NOVIDADE É QUE EM 2018, A MOSTRA DE FOTOGRAFIA E POESIA CONTARÁ TAMBÉM COM AS MODALIDADES DE POESIA FALADA E VÍDEOS.

A Mostra Cultural integra a programação da VIII Semana Fluminense do Patrimônio 2018 e tem como proposta, por meio da fotografia e da poesia, despertar o olhar e ampliar o interesse sobre o patrimônio cultural fluminense consagrado e revelar o que, embora sem proteção legal, seja assim reconhecido pela população. Com isso, espera-se estimular atitudes mais responsáveis para com esse patrimônio, tanto por parte dos órgãos públicos quanto por parte da população em geral.

E a novidade é que em 2018, a Mostra contará com duas novas modalidades: poesia falada e vídeos. O Estado do Rio de Janeiro reúne importantes manifestações, cenários e objetos reconhecidos como patrimônio cultural. Promover a valorização desses bens e despertar a população para a necessidade de preservá-los são os objetivos da Mostra Cultural “Olhares sobre o Patrimônio Fluminense”. A mostra tem, ainda, a proposta de revelar o patrimônio cultural eleito pela população fluminense e que não é necessariamente protegido por meio do ato de tombamento ou de qualquer outra forma de tutela oficial.

De modo a refletir ainda mais a diversidade da visão sobre o patrimônio cultural fluminense, as obras inscritas são julgadas de duas formas distintas: por uma comissão julgadora formada por um júri especializado – que elege três vencedores para cada categoria/tema em ordem de classificação – e pela população em geral por meio do voto popular – que elege um vencedor para cada categoria/tema.

Os temas da oitava edição da mostra cultural Olhares sobre o Patrimônio Fluminense, que contempla as modalidades fotografia, poesia, poesia falada e vídeos, e as categorias infanto-juvenil e adulto, dialogam com o tema geral da Semana Fluminense – “Memória, cultura e sociedade”. São eles:

I. Fragmentos de uma história viva Inclui registros de fotos, poesias, poesias faladas e vídeos sobre o Museu Nacional (MN) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) antes e/ou depois do incêndio por ele sofrido no último mês de setembro, seja da edificação do Palácio, das exposições que lá existiam ou dos jardins que o circundam. O Museu Nacional é a instituição científica mais antiga do Brasil e é considerado um dos maiores museus de história natural e de antropologia das Américas. Busca-se aqui reunir obras que contribuam com o resgate da memória desta instituição, e que revelem aspectos de seu acervo histórico-científico, de seu prédio histórico e das histórias vividas naquele local.

II. Minhas Raízes As obras (fotografias, poesias, poesias faladas ou vídeos) inscritas neste Tema deverão expressar a identidade cultural e raízes de seus autores, por meio de registros que valorizem as práticas, representações, expressões, saberes e técnicas do patrimônio cultural imaterial (exemplos: tradições e expressões orais; expressões artísticas; práticas sociais, rituais e atos festivos; saberes e costumes tradicionais relacionadas à natureza e ao universo; saberes e práticas relacionados à culinária tradicional; técnicas artesanais tradicionais), e que podem ser representativas de qualquer região do Estado do Rio de Janeiro.

III. Metamorfose Neste tema, as obras deverão representar a capacidade de superação de bens culturais que um tiveram sua integridade ameaçada, por diversos fatores tais como: desastres ambientais, incêndios, ou as próprias marcas do tempo, mas nem por isso perderam sua essência e sua marca na sociedade, pois foram ressignificados e reapropriados pela população. Diante deste fato, qual patrimônio Fluminense a sociedade adotou e que você constata hoje, através do olhar da sua câmera, ou das palavras escritas e faladas de sua poesia, que passou por um processo de ressignificação ou de recuperação.

Acompanhe a fanpage da Semana Fluminense do Patrimônio no Facebook e o Instragram @patrimoniofluminense.

MOSTRA OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO FLUMINENSE 2017

CONHEÇA OS VENCEDORES