Atividades Culturais

ATIVIDADES CULTURAIS

Confira o resultado.


RESULTADO DA SELEÇÃO DE ATIVIDADES CULTURAIS

A VII Semana Fluminense do Patrimônio apresenta o resultado da seleção de atividades culturais com foco no patrimônio imaterial fluminense, propostas por artistas independentes ou grupos culturais, que receberão apoio para realização no estado do Rio de Janeiro, entre 15 de janeiro a 07 de fevereiro de 2018.

A seleção foi realizada de acordo com os objetivos da Semana Fluminense do Patrimônio e foram habilitadas atividades culturais que exibam, divulguem e valorizem o patrimônio cultural imaterial fluminense e contribuam para a continuidade e o fortalecimento das identidades culturais no estado do Rio de Janeiro.

Embora a Chamada Pública previsse a realização de 3 atividades culturais para a Região dos Lagos e 1 atividade cultural para cada uma das demais regiões do território fluminense (Centro Sul, Costa Verde, Grande Rio – Metropolitana, Médio Paraíba, Norte, Noroeste e Região Serrana), a Região Centro Sul não apresentou nenhum projeto habilitado. Assim, essa vaga foi remanejada para a Região Grande Rio – Metropolitana, respeitando o total de 10 projetos, conforme previsto na referida Chamada.

Os artistas independentes ou grupos culturais cujos projetos foram classificados como “habilitado e contemplado com apoio financeiro” serão contatados pela comissão de organização da VII SFP 2017 para as devidas providências necessárias a efetivação do apoio financeiro, e receberão o valor bruto de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) como apoio financeiro da SFP para a realização de seu evento. Para tanto, deverão atender as exigências estabelecidas na Chamada Pública.

IMPORTANTE: O resultado abaixo apresenta todos os projetos habilitados em ordem de classificação. Caso algum projeto “habilitado e contemplado com apoio financeiro” não atenda as exigências nos prazos estabelecidos, os projetos “habilitado como excedente” poderão ser contemplados respeitando-se a ordem de classificação.

 

Veja os projetos “habilitado e contemplado com apoio financeiro”, e também os projetos “habilitado como excedente”

Dos 47 projetos inscritos, foram habilitados 13 projetos, dos quais 10 receberão apoio financeiro para realização da atividade, e os demais ficarão classificados como excedentes, conforme abaixo relacionado:

 

Região Centro Sul

Nesta região, foi inscrito apenas um projeto, o qual não foi habilitado.

 

Região Costa Verde

Nesta região, foram inscritos 02 projetos, sendo os 02 habilitados. O 1º lugar poderá receber apoio financeiro e o 2º lugar fica classificado como excedente:

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º Lugar: Grupos Artêros / O avesso da Lenda dos Reis / Carmen e Denise Produçoes Culturais e Marketing Ltda.

Projeto habilitado como excedente:

2º Lugar: Associação Cultural para Desenvolvimento de Tecnologias Humanas / A Cozinha dos Quilombos – Sabores, Territórios e Memórias / Associação Cultural para Desenvolvimento de Tecnologias Humanas – Instituto Dagaz.

 

Região Grande Rio – Metropolitana

Nesta região, foram inscritos 17 projetos, dos quais apenas 02 foram habilitados, classificados em 1º e 2º lugar, podendo ser contemplados com apoio financeiro, desde que atendidos os requisitos necessários para contratação, conforme abaixo relacionado:

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º Lugar: Grupo Afrolaje / RODA AFROLAJE CULTURAL – Angoma me chamou a caminho estou! / Flavia Souza da Cruz.

2º Lugar: Rodrigo Silva Nunes / Encontros Sankofa – Culturas Tradicionais e Juventude Negra / Rodrigo Silva Nunes.

 

Região Médio Paraíba

Nesta região foram inscritos 04 projetos, dos quais apenas 01 foi habilitado e classificado em 1º lugar e poderá ser contemplado com apoio financeiro, desde que atendidos os requisitos necessários para contratação, conforme abaixo relacionado:

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º Lugar: Coletivo Comunitário Território Livre – JONGO DI VOLTA / Vivência (Oficina) e Roda de Jongo / Ewelin Gonçalves Ambrósio.

 

Região Norte

Nesta região foram inscritos 03 projetos, dos quais 02 foram habilitados. O 1º lugar será contemplado com apoio financeiro, desde que atendidos os requisitos necessários para contratação, e o 2º lugar será classificado como excedente:

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º lugar: Grupo de Jongo Tambores de Machadinha / Roda de jongo da (re)existência! / Wagner Nunes Firmindo.

Projeto habilitado como excedente:

2º Lugar: Boi Malhadinho Surubim / O Baile do Boi Malhadinho/ Associação Carnavalesca de Bois Malhadinhos (Alencar Miguel dos Santos).

 

Região Noroeste Fluminense

Nesta região foi inscrito 01 projeto, o qual foi habilitado como 1º lugar para receber apoio financeiro, desde que atendidos os requisitos necessários para contratação:

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º Lugar: Caxambu Sebastiana II e Mineiro Pau – Boi Pintadinho / Caxambu Sebastiana II e Mineiro Pau – Boi Pintadinho / Ethos Projetos Culturais (Antonio Faria Thomas).

 

Região dos Lagos

Nesta região, foram inscritos 12 projetos, dos quais 03 foram habilitados para receber apoio financeiro, desde que atendidos os requisitos para contratação, e 01 habilitado como excedente.

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º Lugar: Tadzia Maya / Oficinas Tecendo Culturas / Tadzia Maya.

2º Lugar: Wellington Bueno / Praiana Cultural / GI Comunicação e Eventos.

3º Lugar: Sebastião Ezequiel do Nascimento / O Mineiro Pau não pode morrer! / Maximiliano Rodrigues Egger.

Projeto habilitado como excedente:

4º Lugar: Marcia Fonseca / Oficinas de dança e percussão afro-brasileiras para cortejos e rodas GRIOT/ GRIOT pesquisa, difusão e memória em tradições afro (Marcia Fonseca).

 

Região Serrana

Nesta região foram inscritos 08 projetos, dos quais 01 foi habilitado e poderá ser contemplado com apoio financeiro, desde que atendidos os requisitos necessários para contratação:

Projeto habilitado e contemplado com o apoio financeiro:

1º Lugar: Ecomuseu Rural (Instituto de Imagem e Cidadania) / Saberes e Práticas Culturais presentes nas áreas rurais da Região Serrana / Ecomuseu Rural (Instituto de Imagem e Cidadania).

 

A Comissão de Organização da VII Semana Fluminense do Patrimônio 2017 parabeniza a todos os artistas independentes e grupos culturais proponetes dos projetos habilitados!